quarta-feira, 5 de maio de 2010

foi vento
que passou
soprando
no ouvido amigo
fariam filho
uma guria
e um livro

o tempo
que sonhou na janela
voando estudante
no meio da tarefa
do princípio
fez-se
senti-nela

pouso no saber
da dialética
dilacera mente
ofusca gente
de residente aprendiz
pose de idéia
sopro ideal

foi chuva
na favela um risco
de crescer
Entre
Educação
a práxis
e o vício.