sábado, 5 de agosto de 2017

Abaixo a ditadura das mulheres perfeitamente construidas
De carnes talhadas pelo fio de navalhas
Que caia a feiura encarnada
Em forma de beleza emplastificada
Que a grandeza de espiririto seja ainda louvada
E que a vida de uma mulher transviada seja mais apreciada
Que a natureza morta

Nenhum comentário: